Relato da viagem na tarde de 16-11-10, as 16:30 horas

 2- No mercado municipal antigo de BH, agora tem um segundo,,  tem pastor alemão, de 2 meses de idade, preso em gaiola, que nunca viu o sol que dó.. e tinha cds originais de muita gente boa antiga, para economizar dinheiro de viagem não comprei 25 músicas de cd regravação dos 78 rpm de Cascatinha & Inhana,.  E AGORA NÃO ACHO PRA COMPRAR AQUI EM SJC E NEM NA INTERNET.

Tenho que ter laptop para teclar do hotel, lan house é muito complicado, apesar de aqui ter muitas baratas e sem que ter que dar o rg e cpf.

A Doce Vida da Praia de Camburi

 ==

No escritório do Cemitério de SERRA-Séde.

Fui reconhecido como culto tinha mapa do ES e do BR, recebi e passei cultura. Homem quis saber onde era a Rodovia Trans-amazônica. Falamos de pré-sal no sul do ES. Divisas confusas e brigas pelo ICMS da Vale do Rio Doce entre Serra e Vitória.

Índios, ouro, estradas. Ppassando e recebendo cultura. Eu e mais dois homens que trabalham lá…. Muito cultos.  Roraima, JK,,, Americanos na Amazônia,, antigamente, antes de JK fazer estradas, eles já estavam lá…. Muito bom eu mostrando mapa e passando cultura..

1- Aqui se fala muito no Padre Anchieta que morreu aqui por perto. Ainda não tive chance de contar de minha avó LEONOR LEME que assistiu a primeira missa dele.

=

3- Visual mais comum de mulher aqui é cabelo longo amarrado para trás, sinal que é evangélica, o que mais tem aqui., e também muitas liberais com short jeans curtos..

Reserva florestal sendo usada como lixão, carapina, serra-es

 ==

Comportamento inaceitável

 =

4- Duas loiras riam no ponto de ônibus coberto, na beira da praia, com guarda chuva, depois entendi porque, carros pasam con tudo e jogam  água na gente. Riram do banho que eu ia levar. Mas motoristas param na rua e dão sinal para gente atravessar pista.

5- com 400 taxis a gaz, imaginem o que as oficinas não ganham consertando bombas e motores estourados?

O Porto de Vitória, vimos uma noiva correndo no cais, mas , uma pena, a foto não saiu boa

6- Felizmente não se derruba mais igreja para fazer igreja nova, na serra a igreja é antiga, ficara de pe e ao lado será feita outra maiaor.  Vi 2 acanpamentos de ciganos nos morros, em Serra,,,, e a BR-101 virou avenida e tem semarafo e passagem de nivel.. nem pensar ir para o nordeste pela BR-101, ter que pasar por todo esse transito de Vitória e Serra…

7-Tanto aqui com no mercado de BH está entupido de suplemento alimentar, não aguentamos mais essa porcaria, nem ver… de longe.

8- Casal de mendigos subia no ônibus,, homem gritou roubaram minha carteira,,, a mulher desceu também, e os dois correram atras do nóia ladrão.  Falar nisso em Serra, tem a gracinha da secretaria dos direitos humanos .. direitos dos manos.

9- A empresa de ônibus tem cultura, tem biblioteca nos gigantescos terminais de ônibus,,,, você anda horas e uns 30 km por 2 reais e trinta centavos. E ainda adquire cultura…    O dólar está por volta de 1,70…

10- Fomos de noite no tal TRIANGULO DAS BERMUDAS,, cachaçaria, petiscos, badalação, mendigos, vendedor de filmes e cds falsos,,,,, nóias…. e moças refinadas em uma mesa e rapazes solteiros noutra… tudo gente sem namorado, casal de namorado só vimos 1.

11- Muito boa foto e filme na Igreja Imaculada de Serra, a única que parece ainda antiga, pouco visitada por turista e com bastante iamagens de santos, Graças a Deus,,,, um padre só para a matriz e mais 23 comunidades.

Exemplos de decadência da Igreja Católica no ES:

Guaraparai, Igreja em forma de Escuna, com grades sendo usadas de varal

Guarapari-ES, Igreja em forma de Escuna (tem cabimento?), com grades sendo usadas de varal

clique para ampliar:

https://tremvitoriabh.files.wordpress.com/2010/11/18_11_2010_09_57_51.jpg

Outro exemplo, um padre só para 23 comunidades, então missa é de vez em quando, como antigamente com as desobrigas no sertão:

Capela em Serra-ES, missa tem data marcada

Capela em Serra-ES, missa só com data marcada, pois há 1 único padre para 23 comunidades

=

defunto abandonado em SERRA-ES, sem ninguém velando

defunto abandonado em SERRA-ES, sem ninguém velando

 

12- Como passei o dia na Serra, não deu tempo de ver as mulheres modelaram panela de barro. Talvez amanhã consiga……. e finalmente no penúltimo dia de viagem vi o velho hotel Porto do Dol, onde fui em 1986.. nos velhos tempos de Araraquara,,, e aqui em Vitória onde fiz amizade com a patty… e vi uma loja paty aqui mas não deu para fotografar,.. bons e velhos tempos…

Igreja católica cercada de grades em Vila Velha: bandidos não respeitam igreja

13- Cachaçaria aqui, compramos uma, de alambiques de MG e ES… muito ajeitada aqui na Praia do Camburi. Muitas marcas de cachaça,,, aproveitei para aprendeer mais um pouco. Como tem cachaça de marca no Brasil! A coisa tá melharando.. e em  restaurante chic, chef me explicou e mostrou vinhos bons…. Mais um aprendizado.. tava curioso.. falei não vou embora sem ver que vinhos tem nesta casa….. vinhos estavam lá no fundo.. eu passava e via pela vidraça..

Hoje entrei e tirei dúvida… no supermercado… um vinho da Ilha da  Madeira …. estou para comprar … espero que não seja dos licorosos… compramos cachaça com embalagem redonda de papelão e com sacolinha ajeitada… e na praia agora a noite muita gente na caminhada…

14- Estou com vício da minha ex-amiga Silvania,,, quando não entendo o que falaram digo OIII???.   Selma não aguenta mais.. risos..

15- Aquela academia ao ar livre que tem em sjc,, Também tem aqui… deve ser empresa que tá faturando horrores vendendo os equipamentos de academia de ar livre para prefeituras de todo o Brasil…

16-Sai a noite sem camara fotográfica, por segurança, se  roubarem perco muitos filmes, e fotos. especiamente de ARACELI..  estou com 2 cartões de memória para maior segurança. 

17- Ainda não vi as panelas de barro sendo moldadas. mas já vi serem quiemada e pintadas… O entendido do restaurante chic disse mesmo que aqules que vi no barracão são as legítimas mesmo e fiz até BLOG PARA eles… QUE HOMEM ATENCIOSO…

Anúncios

Sobre GENEALOGIA SILVA OLIVEIRA, Faleiros, Leme, UBERABA-MG, FRANCA-SP, MADRINHA DA SERRA, Três Ilhoas

Genealogia de Famílias dos Açores, da Ilha da Madeira e de famílias do Norte de Portugal que vieram para os Estados de Minas Gerais e de São Paulo no Brasil - Leme, Faleiros, Silva Diniz, Silva e Oliveira, Carrilho de Castro, Valim de Melo, as Três Ilhoas, e, Bandeirantes
Esse post foi publicado em diário de viagem. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s